Me in the mirror

5/25/2017 11:11:00 da manhã

"Don't let the silly little things steal your happiness."


Gosto de quando as coisas acontecem de forma natural, sem estar à espera. O que tiver de ser será. 
Combinei com uma amiga irmos dar uma volta pelo Porto e, dessa forma, aproveitávamos para tirar umas fotos. Isso foi planeado. O planeado não foi o formato em que iria inserir as fotos, nem contava com a naturalidade com que elas ficaram. São fotos longe da perfeição, tremidas e talvez um pouco fora do contexto que se aplicaria a um blog. No entanto, quero tornar o Vochel mais meu, mais pessoal; e acho que o objectivo de ter um blog é esse: fazer algo que gostamos à nossa própria maneira.
O objectivo deste post é colocar-me em frente ao espelho e conseguir passar o que vejo (o que sinto) para o vosso lado. Sem segredos e sem intimidades. Peguem no vosso chá, no café ou no cappuccino e juntem-se a mim.


Comecei a escrever no blog com o intuito de partilhar convosco dicas, produtos, roupas... Mas esqueci-me o quão importante é fazer algo de que realmente gosto. Partilhar o meu dia-a-dia, os meus gostos e o que sinto é neste momento o meu foco. Quero conhecer-vos e quero que me conheçam. Isto não significa que não faça o que eu idealizava inicialmente, no entanto, preciso de fazer com que isto se torne o meu cantinho e que consiga mostrar as perfeições e imperfeições que vou vivendo ao longo do tempo. 
Sem pressas e sem posts agendados. Não tenciono fazer disto o meu emprego (pelo menos para já). Simplesmente quero divertir-me, ver o vosso feedback e sentir que o meu esforço e dedicação serve de algo.
A verdade é que a nós, bloggers, importa não só aquilo que gostamos de fazer, mas acima de tudo importa aquilo que vocês gostam e não gostam de ver. Importa saber se estão felizes e se vos dá gosto visitar o nosso espacinho, porque são vocês, seguidores, que fazem com que isto seja um projecto com frutos. 


Se há algo que me revolta é os padrões que a sociedade segue cada vez mais à risca. Sinto que quando vejo um blog novo, é mais do mesmo... São raras as pessoas que conseguem marcar a diferença nos seus espaços e que nos prendem. Isso acontece-me. São raros os bloggers que conheço e sigo que são capazes de me captar a atenção de tal maneira nos seus posts que por vezes leio um post enorme do início ao fim e fico do género: quero mais, quero mais!
Essas pessoas são as que me fazem ganhar inspiração; são elas que me fazem querer inovar e ser diferente, sem seguir padrões. Não digo que sou muito diferente, porque acabamos por ser todos muito semelhantes uns aos outros e isto deve-se ao facto de existirem imensos blogs com um certo padrão de modelo. Estamos num mundo em que inovar é raro, e quando alguém o decide fazer e tem sucesso, terá logo imensos fãs que farão exactamente o mesmo que ele... No final de contas, estamos num ciclo onde não existe espaço de manobra para se ser diferente.


Sejam vocês próprios. Tenham as vossas próprias ideias e tentem marcar a diferença dessa forma. Não digo que não nos possamos inspirar em outras pessoas até porque eu inspiro-me imenso em outros bloggers, em formatos de posts, em ideias novas para o meu blog, entre outras coisas; mas é com isso que crescemos no mundo e nos vamos adaptando às novas modas e aos novos padrões. O importante é termos sempre algo que nos distinga e nos torne únicos. É importante fazermos as coisas com paixão e pensar sempre duas vezes antes de fazer algo. 
De que nos adianta ser como os outros se não somos felizes? Usar as mesmas roupas, porque é moda; fazer posts iguais aos outros, porque é um padrão; tirar fotografias semelhantes, porque é fixe; comer as mesmas coisas, porque parece ser bom. Parem! Porque é que vamos ser iguais aos outros quando temos tantas opções diferentes, tantas ideias e mentalidades diferentes... Vamos marcar a diferença, marca a diferença.


Só a partir dos meus 19 anos de idade é que comecei a pensar em aproveitar os pequenos prazeres da vida ao máximo possível; o problema é que só tenho 20 anos e descobri isso muito recentemente. Perdemos demasiado tempo a pensar no que não queremos fazer só porque parece ser aborrecido, no entanto, até pode ser algo interessante se tentarmos ver as coisas com outro olhar. Isto acontece quando se tem de estudar... Estamos em cursos que escolhemos,estudamos algo que fomos nós a escolher e no entanto limitamo-nos a reclamar do que temos de estudar e do quão seca é, e não nos apercebemos de que podemos tornar o estudo em algo que realmente gostamos, até porque é a nossa  futura área de trabalho que está em causa.
Com isto, pretendo mostrar que até mesmo estudar se pode tornar um pequeno prazer da vida. O mesmo digo para aproveitar o tempo que estamos com os nossos amigos e pessoas por quem temos carinho especial. Não sabemos o nosso dia de amanhã, não sabemos as propostas que podemos ter num futuro próximo nem sabemos o que este nos reserva, portanto precisamos mesmo de começar a aprender a viver cada momento como se não houvesse amanhã. Precisamos de mostrar às pessoas de quem gostamos o que realmente sentimos por elas e o quão são especiais para nós e, acima de tudo, precisamos de fazer aquilo que nos faz felizes.


Se existe alguém a quem devo agradecer tudo o que tenho e tudo o que me tornei hoje, é aos meus pais. Agradeço por todo o ensinamento que tive, por me mostrarem o lado bom e o lado mau das coisas, e por ainda o fazerem. Ouvi muitas vezes a palavra não e a palavra sim. Ouvi o que estava certo e errado. Por vezes, fui teimosa (e talvez ainda o seja um pouco) mas no fundo sei que tudo foi para meu bem e aos poucos vou percebendo a mensagem que eles me queriam passar.
Os meus pais conseguiram educar-me da forma correcta. Como referi, ouvi muitas vezes não e muitas vezes sim, no entanto conseguiram dizê-lo quando merecia. Souberam o que era o melhor para mim e acompanharam-me durante todo este tempo nas minhas decisões.
Deram-me asas para sonhar e para fazer aquilo que queria com o meu futuro; não me estipularam um percurso a seguir (a não ser a minha mãe obrigar-me a entrar na Universidade - foi o melhor que fez). Isso é fantástico, pude escolher aquilo que queria para mim e ainda hoje, talvez não concordem com algumas atitudes e decisões, no entanto apoiam-me na mesma... Como quando cheguei um pouco tocadinha a casa e a minha mãe cuidou de mim; como quando chego super tarde mas não fazem muito filme por isso; como quando estou mal humorada e respondo torto mas tentamos superar isso. Existe sempre aquela fase de 'levar na cabeça' mas depois tudo se resolve... Não vale a pena insistir em algo que só nos vai trazer problemas e chatices.
A eles, devo um obrigada.


Na semana passada fui trabalhar de manhã (neste momento trabalho aos domingos numa pastelaria e começo às seis e meia da manhã). Entrei no meu carro e ao conduzir apercebi-me o quão feliz eu sou. Tenho uma família fantástica; tenho amigos que me procuram; estou a fazer um estágio de sonho para qualquer pessoa que esteja na área de produção de eventos; tenho um trabalho; tenho o D. 
Nada me falta nem faltará se eu souber dar valor a tudo o que tenho. Tudo correrá bem se eu for feliz com aquilo que tenho. Agradeço a todas as pessoas que me foram ensinando a ser quem sou hoje, porque foi graças a essas pessoas que me tornei mais forte e, neste momento, mais feliz!

[Jeans: Pull&Bear | T-shirt: Pull&Bear (old) | Cardigan: Pull&Bear (old) | Shoes: Reebok | Bag: Parfois]

With love, sandrafaela 

You Might Also Like

22 comentários

  1. Adorei o que escreveste e as fotos! Que maravilha :) Beijo

    thebrunettetofu.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Oh que linda adorei o look
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito do teu post, muito genuína!
    E gostei das fotos :)
    Beijinhos

    Blog ChocoPink / Instagram / Facebook

    ResponderEliminar
  4. É mesmo isso! O blog é uma coisa que tem que ser nossa, e refletir os nossos gostos!
    Adorei tantooo as fotos, quero essas calças *.*
    Beijinhos,
    An Aesthetic Alien | Instagram | Facebook
    Youtube

    ResponderEliminar
  5. Que fotos lindas, adorei. As tuas calças são tão giras.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Que linda! (Tu e o texto, amei!)
    Um beijinhooo <3
    myheartaintabrain.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Vivemos, literalmente, numa roleta russa. É incrível. Sim, as adaptações são sempre mais difíceis, é certo. Mas com o passar do tempo não conseguimos viver sem esta azáfama.
    Sim, aí acredito que seja mesmo complicado gerir o tempo.... Entre família, amigos, estudos e arrumações, é mesmo complicado. O importante, no entanto, é mantermos sempre a calma, né!? :P

    Estás lindíssima :o Adoro essas calças!!!!
    Que saudades eu tenho do Porto!!!
    Identifiquei-me imenso da tua escrita, como já é hábito. Acho que os meus pais são, literalmente, os donos da minha felicidade uma vez que são as únicas pessoas que dão tudo para que eu seja feliz. Dá-me pena que muita gente não valorize isto... E quando se fala em felicidade refiro-me a detalhes mínimos ou a atitudes que valem por tudo :')

    NEW DECOR POST | Bed Clothing Makes The DIFFERENCE
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  8. Acho que estás a pensar muito bem :) Adorei a última fotografia!

    ResponderEliminar
  9. O tempo é o nosso pior inimigo e causador de muitos problemas derivados do stress! Gerir a vida não é fácil! Estás linda e esse sorriso completa tudo! beijoca
    Coco and Jeans by Marisa x My Instagram x My Bloglovin

    ResponderEliminar
  10. Quero muiiiito essas calças!
    Love, M
    www.blackrosebyannluck.com

    ResponderEliminar
  11. As fotos ficaram lindas, e o texto está espetacular! Partilho da mesma opinião que tu, não devemos seguir padrões da sociedade, mas sim aquilo que realmente gostamos e sermos nós próprios, só assim conseguimos marcar a diferença.
    Gostei muito de conhecer o teu blog, já sigo :D
    Beijinhos
    http://universodamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  12. Love that you have decided to change the concept of your blog and switched gears into something much more personal and real. I think this takes real courage and bravery. It says a lot about your confidence and strength of character. Can't wait to read more!

    XOXO
    kellmenow | http://www.kellmenow.com/environmentallychic/
    Instagram | https://www.instagram.com/kell_menow/

    ResponderEliminar
  13. As fotografias ficaram lindas e gostei muito do detalhe em flores na barra da calça!!

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderEliminar
  14. Está super certa, tem que aproveitar cada momento! São os pequenos momentos que nos fazem felizes!


    Beijos!

    EsmaltadasdaPatyDomingues

    ResponderEliminar
  15. És fantástica! Tremidas ou não, as fotos estão maravilhosas e contam uma história. Gostei imenso. <3
    Beijinhos, The Fancy Cats

    ResponderEliminar
  16. Para começar adoro as fotos, estás muito bonita e ter o Porto como cenário só as torna ainda melhores :)
    Adorei mas adorei o que escreveste, podia fazer das tuas palavras minhas. E o que gostei mais é seres tão novinha e já com essa maneira de pensar, a sério devia haver mais pessoas como tu!

    (já te estou a seguir pois fiquei completamente apaixonada pelo teu blog, parabéns!!!)
    beijinhos

    The Midnight Effect / Instagram

    ResponderEliminar
  17. Confesso que adorei, pelo menos comigo funcionou muito bem.
    Adorei o post, com uma idade tão tenra já conseguires ter essa maturidade.
    Continua assim o mundo precisa destes exemplares que por vezes parecem perdidos na nossa sociedade.
    Beijinhos
    https://a-carlota.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Hello!
Obrigada pelo comentário. É sempre bom ter uma nova opinião sobre determinado assunto! :)

Até já!
Sandra Rafaela